terça-feira, 20 de junho de 2017

20 JUNHO


1927

D.L.

1928

D.L.

1929




D.L.

1931


D.L.

1934

D.L.

1936


D.L.

1937

D.L.

1938
D.L.

1939
D.L.

1940
D.L.

1941
D.L.

1942

D.L.

1943

D.L.

1944

D.L.

1945
D.L.

1946
D.L.

1947
D.L.

1948
D.L.

1949
D.L.

1950

D.L.

1951
D.L.

1952
D.L.

1953
D.L.

1954
D.L.

1955
D.L.

1956
D.L.

1957
D.L.

1958

D.L.

1959
D.L.

1960
D.L.

1961

D.L.

1962
D.L.

1963

D.L.

1967


D.L.

1968

D.L.


1969

D.L.

1970

D.L.





Não venham os fantasistas
Ensinar-nos as canções
Que nós devemos cantar
Os verdadeiros fadistas
Não precisam de lições
De quem não as sabe dar

Os que no fado condensam
Alma e fé onde só cabe 
 Um só fito, um só querer
Agradecem mas dispensam
Conselhos de quem não sabe 
O que lhes falta saber

O fado não tem tutor
Nem está sujeito ao talento 
De estrangeirismos, bem vês 
O seu melhor professor
É ainda o sentimento 
Do coração português

Sem comentários:

Enviar um comentário